RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE - INVESTIDORES



RELATÓRIOS ADICIONAIS 2014 - LASA

Relatório de Sustentabilidade – Acionistas e Investidores - Lojas Americanas

 

Apresentação

A Lojas Americanas divulga pela primeira vez, em um documento único, o seu Relatório Anual e de Sustentabilidade 2014. Realizamos pelo terceiro ano consecutivo o relato dos nossos compromissos socioambientais e econômicos, incorporados às estratégias do negócio, através do modelo da Global Reporting Initiative (GRI).

Aqui, nesta edição especial, nossos investidores e acionistas encontram os fatos mais relevantes do ano de 2014. O documento completo pode ser acessado em nosso site de RI: http://ri.lasa.com.br.

Obrigado pela confiança em nossa gestão e no desenvolvimento do país. Juntos, vamos construir mais uma etapa de uma história de muitas conquistas!

 

Mensagem da Administração

Dando prosseguimento aos nossos sonhos de geração de valor, aliando crescimento e rentabilidade, conquistamos avanços significativos nos principais indicadores operacionais. Em Novembro de 2014, na esteira de sucesso do “SEMPRE MAIS BRASIL – 80 anos em 4!”, decidimos lançar um novo desafio: “85 anos em 5 – SOMOS MAIS BRASIL”. Estamos muito entusiasmados com este novo plano de expansão e com a reação dos associados, clientes, sociedade, fornecedores e acionistas, que foi muito positiva.

Inauguramos 118 lojas, alcançamos 348 cidades do país, sendo 55 novas cidades, e consolidamos a nossa presença em todos os estados do país. Conquistamos os principais prêmios de atendimento ao cliente e alcançamos os melhores indicadores de desempenho de sites especializados que recebem reclamações e opiniões dos consumidores. E ainda: dentro de nosso objetivo de “ser a melhor empresa de varejo no Brasil”, conquistamos a nossa participação na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA, posicionando a Companhia cada vez mais como empresa socio e ambientalmente responsável.

Seguindo a evolução dos últimos anos, a Lojas Americanas apresentou consideráveis avanços em seu desempenho financeiro, aliando crescimento e rentabilidade. Na visão consolidada, a receita líquida da Lojas Americanas e suas controladas atingiu R$ 16,146 bilhões em 2014, um avanço de 20,5% em relação ao ano anterior. Na controladora, o crescimento da receita líquida no conceito “mesmas lojas” foi de 9%.

Reiteramos a confiança desenvolvimento do país e, para 2015, da mesma forma que nos anos anteriores, continuaremos em nosso caminho de aprendizagem e superação, o que nos deixa naturalmente entusiasmados, pois alcançaremos novos patamares de resultados.

A Administração

 

A Lojas Americanas

Há 85 anos no mercado, a Lojas Americanas foi fundada na cidade de Niterói (RJ) e consolidou sua presença nacional em 2014 com 952 lojas presentes em 348 cidades em todos os 25 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Somos uma das maiores empresas de varejo na América Latina. Com sede no Rio de Janeiro, a Companhia garante aos clientes a maneira mais conveniente de fazer compras através da oferta de um amplo portfólio.

Contamos com as lojas tradicionais com reposição diária de estoques e aproximadamente 60 mil itens, e com as lojas no modelo Express, com área média de vendas inferior e sortimento selecionado em torno de 15 mil itens, adequado às características de cada localidade e ao perfil dos clientes de cada loja. Além da rede de lojas físicas, possuímos quatro centros de distribuição localizados nas cidades do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Recife (PE) e Uberlândia (MG). 

Com o novo plano de expansão, a Lojas Americanas chegará a mais 300 novas cidades com um total de mais de 1.700 lojas,  gerando mais de 60 mil empregos diretos e indiretos em todo o país até 2019.

 

Compromisso com a sustentabilidade

Para aprofundar nossa atuação como empresa sustentável de forma relevante para os nossos públicos de relacionamento, realizamos uma pesquisa de materialidade incluindo os nossos consumidores. Tal pesquisa foi realizada por meio de consultas online e recebeu mais de 800 respostas de clientes – e também considerou as respostas de fornecedores, funcionários, diretores da Companhia e quatro especialistas em sustentabilidade.

Abaixo você pode conferir os resultados da pesquisa em nossa Matriz de Materialidade, o eixo interno representa os assuntos mais relevantes dentro da nossa gestão, enquanto o externo representa os temas de maior interesse para nossos stakeholders.

 

A Conquista do ISE

Pela primeira vez na história dos dez anos do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), uma companhia de varejo entrou em sua seleta carteira.  Em novembro de 2014, o ISE anunciou que a Lojas Americanas passou a fazer parte da carteira que começou a vigorar no dia 2 de janeiro 2015. Essa conquista foi motivo de orgulho para todos nós, que trabalhamos em um plano de ações intenso, buscando o desenvolvimento sustentável da Companhia, e que conquistamos o ingresso na lista das empresas da BM&FBOVESPA sob o aspecto da sustentabilidade e governança corporativa.

 

Prêmios e Reconhecimentos

A Lojas Americanas tem investido constantemente para aprimorar os seus processos de gestão, no controle da qualidade dos produtos e serviços, auditoria de fornecedores, operação dos centros de distribuição e informatização de todos os processos internos.

Em 2014, a Lojas Americanas venceu o Prêmio ÉPOCA ReclameAQUI – As melhores empresas para o consumidor, na categoria “varejo”, entre outros reconhecimentos na categoria “varejo” como o prêmio Melhores da Dinheiro e o Ranking Global de Varejo da Época Negócios 360º, além do Reputation Pulse.

 

Elevado padrão de governança

Para garantir o melhor desempenho de suas funções, o Conselho de Administração da Companhia criou quatro comitês ou grupos de trabalho com objetivos definidos para reportar temas e/ou situações por eles examinados, bem como sua recomendação ao órgão máximo de governança da Lojas Americanas. Os comitês se reúnem pelo menos uma vez por trimestre, ou, extraordinariamente, sempre que convocados pelo seu presidente.

A Companhia e suas controladas utilizam instrumentos de proteção baseados no monitoramento, sob a gestão de seus diretores e supervisão do Conselho de Administração. Essa gestão determina quais são as estratégias a serem adotadas e a Administração contrata instrumentos de proteção adequados a cada circunstância e riscos inerentes.

Para assegurar mais transparência e oferecer uma navegação mais amigável e facilitar o acesso às informações sobre a Companhia, a área de Relações com Investidores reestruturou todo o seu site, em junho de 2014, tornando-o mais moderno e funcional.

 

Cenário Econômico

Na Companhia, acreditamos que o amplo sortimento, a baixa concentração de vendas nas diversas categorias ofertadas dentro das Lojas, o potencial de expansão e o nosso modelo multicanal, multinegócios e multimarcas geram oportunidades de ganho de mercado. Durante 2014, o crescimento de 20,5% da receita líquida consolidada e o crescimento de 9% da receita líquida no conceito “mesmas lojas” demonstraram a resiliência do nosso modelo de negócio.

A Lojas Americanas se mantém otimista em relação às significativas oportunidades de crescimento do varejo brasileiro, reitera sua confiança no desenvolvimento econômico do país e ressalta a força de seu modelo único de negócio, por meio de sua ampla presença nacional e de seu atendimento multicanal aos clientes.

 

Política de dividendos

Em 2014, foi proposta aos acionistas a distribuição de lucros de R$ 115,5 milhões, em dividendos e em juros sobre o capital próprio (antes do Imposto de Renda retido na fonte), com base no lucro líquido do exercício. O Estatuto Social da Companhia, em linha com os princípios da legislação vigente, fixa o valor mínimo para dividendos em 25% do lucro líquido do exercício, após a formação de reserva legal de 5%.

 

Tag along

Desde 2006, a Lojas Americanas mantém em seu Estatuto Social o compromisso de conceder tag along integral (100%) às ações ordinárias e preferenciais da Companhia. Isso garante que todos os acionistas de Lojas Americanas terão tratamento igualitário no caso de troca de controle da Companhia, sendo assegurado o direito de vender suas ações nas mesmas condições negociadas pelos controladores.

 

Programa de recompra de ações

Desde 2003, a Lojas Americanas mantém abertos sucessivos planos de recompra de ações da Companhia com o objetivo de mantê-las em tesouraria ou posterior cancelamento. O programa atual prevê a recompra de até 11.166.398 ações ordinárias nominativas escriturais e 26.873.473 ações preferenciais nominativas escriturais.

 

Auditores Independentes

Em conformidade com a Instrução CVM nº 381, a Companhia informa que os seus auditores independentes, Price Whaterhouse Coopers, prestaram serviços de avaliação de aquisição de empresas e de revisão dos processos informatizados para a Companhia e sua controlada B2W, tendo sido contratados em 2014 e recebido honorários totais de R$ 624 mil, representando cerca de 40% dos honorários totais relativos aos serviços de auditoria externa.

A política da Companhia de contratação de serviços de auditores independentes, exceto de auditoria externa, assegura que não haja conflito de interesses, perda de independência ou objetividade dos auditores.

 

Integramos o Pacto Global

Em 2014, a Companhia, em um processo de transparência, realizou pela primeira vez o COP (Comunicação de Progresso) do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Comprometida com as melhores práticas corporativas de respeito aos direitos humanos, sobretudo em relação às questões trabalhistas, bem como ao meio ambiente e à ética nos negócios, em 2013 aderimos ao Pacto Global. Hoje temos grande satisfação de fazer parte dessa iniciativa e relatarmos o nosso compromisso com:

  • O combate ao trabalho compulsório e infantil;
  • A garantia da liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
  • Combate à corrupção;
  • A valorização da diversidade e o combate à discriminação.

Cada vez mais, pretendemos avançar na trajetória que estamos construindo como Companhia Verde. Como parte dos compromissos assumidos por meio do Pacto Global, no próximo ano, relataremos novamente, os progressos alcançados na disseminação de uma cultura corporativa alinhada aos princípios e valores da ONU.

 

Código de Ética e Conduta

Acreditamos que a disseminação de uma cultura corporativa baseada em valores e princípios éticos é responsável pela sustentabilidade do nosso negócio e pela promoção do desenvolvimento sustentável nos territórios em que atuamos. Nosso Código de Ética e Conduta reflete esses valores e compromissos, que devem ser a base na gestão dos relacionamentos dos nossos associados com todos os públicos estratégicos (acionistas, clientes, fornecedores, prestadores de serviço, governo e sociedade.

Entre as principais diretrizes, destacamos: respeito às leis; acesso às atividades de educação e desenvolvimento; segurança e saúde; erradicação de qualquer forma de trabalho compulsório; erradicação do trabalho infantil; prevenção do assédio em qualquer uma de suas formas; combate à exploração sexual de crianças e adolescentes; combate à prática de discriminação em todas as suas formas; valorização da diversidade; respeito à livre associação sindical e direito à negociação coletiva; responsabilidade socioambiental. O Código de Ética e Conduta da Companhia está disponível, na íntegra, no website: http://ri.lasa.com.br/a-empresa/codigo-de-etica-e-conduta.

 

Prevenção do assédio moral e/ou sexual

Em nossa Companhia, não toleramos que nossos associados sejam expostos a situações humilhantes e constrangedoras, não importando de que forma estejam envolvidos. Qualquer conduta negativa que desestabilize a relação entre os associados no ambiente de trabalho, incluindo o assédio sexual, é tratada com rigor.

 

Combate à corrupção

A corrupção é inaceitável na Companhia, seja praticada por nossos associados e prestadores de serviços, seja por qualquer participante da nossa cadeia de valor. Nossa Política de Combate à Corrupção visa impedir qualquer atitude dessa natureza. Nesse sentido, todos os funcionários assinam um termo, afirmando ter conhecimento dessas normas de conduta.

 

Gestão de relacionamentos

Atendimento aos clientes

Para assegurar a satisfação dos nossos clientes, superando as suas expectativas de compras, além de oferecermos variedade e qualidade dos produtos a preços competitivos, não medimos esforços e investimentos para garantir comodidade, informações precisas e canais de contato direto conosco.

 

Auditoria de fornecedores

No ano de 2014, consolidamos o processo de auditoria de nossas marcas próprias. A Companhia passou a monitorar toda essa cadeia de valor por meio dos pilares jurídico, financeiro, meio ambiente e qualidade. Ao todo, 61 fornecedores foram auditados (15 fornecedores de marcas próprias e 46 fornecedores de têxteis – cama, mesa e banho).

Com o lançamento da marca própria Basic+Care em 2014, linha de produtos de higiene pessoal, a Lojas Americanas passou a contar com 12 marcas próprias, responsáveis pela comercialização de mais de 4.500 produtos. Implementamos práticas rigorosas para a seleção e contratação desses parceiros de negócios a fim de garantir que todos os produtos e serviços oferecidos não apresentem riscos à saúde e segurança dos clientes.

Para acelerar o processo de classificação e mitigação de riscos em relação aos fornecedores, foi desenvolvida uma metodologia para avaliar se a operação do fornecedor é compatível com as exigências da Companhia. A partir de 2016, o monitoramento por amostragem será feito uma vez por ano.

 

Edificações verdes

Para nós, sustentabilidade é a geração de valor econômico, somada à criação de valor para a sociedade e à preservação dos recursos ambientais.  Seguindo o propósito de se tornar cada vez mais sustentável, a Companhia começou a investir em lojas alinhadas com o conceito verde.

A primeira foi inaugurada em 2013. As lojas estruturadas nesse modelo contam com sistema de ar-condicionado que não emite gases poluentes e são mais eficientes em relação ao consumo de energia elétrica: as lâmpadas, modelo fluorescente T5 de alto desempenho energético, iluminam melhor e consomem menos energia.

Na comunicação visual das lojas são utilizados 90% de materiais recicláveis, enquanto válvulas de controle de vazão de água em todas as torneiras evitam o desperdício. A Lojas Americanas fechou o ciclo de 2014 com 69 lojas verdes e já sente os primeiros impactos positivos dessa medida.  Para conhecer a Política Ambiental e as principais ações na área, os fornecedores são convidados a acessar o portal Companhia Verde, através do site   www.companhiaverde.com.br.

 

Inventário de emissões de GEE

Em 2014, a Lojas Americanas ampliou a sua operação para 952 unidades, um crescimento orgânico de 11,7%, seu crescimento consolidado (Lojas Americanas e B2W) foi de aproximadamente 21%. Tais fatores resultantes da expansão da companhia atrelados a um fator de emissão mais alto em 2014 ocasionam um aumento substancial nos valores de energia (mais detalhes no relatório completo no website). Em 2013, o fator de emissão da eletricidade havia sido de 0,0960 tCO2/MWh e, em 2014, por conta da escassez de chuvas, houve um aumento para 0,135 tCO2/MWh.

Buscando minimizar nossos impactos ambientais, sempre que possível agregamos nossos associados no mesmo voo em viagens a negócios – reduzindo nossas emissões relativas de GEE por viagens aéreas em 7% se considerarmos o aumento de nossas operações e expansão de nossas lojas.

Em 2014 avançamos no gerenciamento de nossas entregas, abrimos mais um CD em Minas Gerais e com essa melhoria logística, conseguimos ficar mais próximos de nossas lojas e reduzir as emissões de Lojas Americanas com transporte e distribuição de produtos em 8,6%.

Para reduzir nossos impactos ambientais, principalmente as nossas emissões de GEE, os veículos – das nossas transportadoras e os terceirizados – só iniciam viagem com cargas completas.

Vale ressaltar que investimos na modernização de nossas lojas, CDs e escritórios, com o intuito de melhorar o ambiente de trabalho dos nossos associados, a experiência de compra de nossos clientes e futuramente reduzir nossos custos e emissões.

 

Desempenho Econômico

 

Plano de Expansão

A Companhia fechou 2014 com sólido crescimento de venda e consistente aumento de geração de caixa operacional (EBITDA). Também atingiu a meta do plano de expansão, inaugurando 118 lojas ao longo do ano.

 

Investimentos

Em 2014, a Lojas Americanas controladora investiu o total de R$ 670,9 milhões, com ênfase em: expansão, reforma da rede de lojas e atualização tecnológica.

 

Resultados financeiros

Os resultados confirmam a tendência dos últimos anos, com crescimento em 2014 de 20,5% na receita líquida da controladora. A Lojas Americanas busca, anualmente, o crescimento e o melhor desempenho econômico. Em 2011, eram 621 lojas físicas. Esse número passou para 729 no final de 2012, 838 no final de 2013 e, no fim de 2014, para 952. Dessa forma, a Companhia cresceu e contribuiu, por meio de impostos, benefícios e contribuições, para o aumento da qualidade de vida da sociedade como um todo.

 

Receita líquida

Em 2014, a Lojas Americanas atingiu R$ 16,146 bilhões de receita líquida consolidada, o equivalente a um crescimento de 20,5% em relação ao ano anterior. Desse total, $ 8,738 bilhões se referem ao desempenho da controladora (Lojas Físicas), que vendeu 13,2% a mais que em 2013. No conceito “mesmo número de lojas”, ou seja, considerando as lojas inauguradas há mais de um ano, o crescimento das vendas líquidas acumulado em 2014 foi de 9%. Nos últimos dez anos, a Lojas Americanas aumentou seis vezes a sua rede de lojas. Ao final de 2014, a Companhia contava com 952 lojas espalhadas por 348 cidades, em todos os estados do país.

 

EBTIDA ajustado

No acumulado do ano, o EBITDA ajustado da controladora atingiu R$ 1,605 milhão, o equivalente a um crescimento de 13,4% em relação a 2013. A margem EBITDA ajustada da controladora no período foi de 18,4%, 0,1 p.p. superior à margem obtida em 2013. Na visão consolidada, o EBITDA ajustado totalizou R$ 2.153,7 milhões em 2014, uma melhora de 16,7% em relação ao ano anterior. A margem EBITDA ajustada consolidada em 2014 correspondeu a 13,3% da RL, uma variação de -0,5 p.p. em relação ao ano anterior.

 

Lucro líquido

Em 2014, o lucro líquido consolidado foi de R$ 427,8 milhões. A variação no lucro líquido do 4T14 e em 2014 está relacionada principalmente ao aumento da despesa financeira líquida no período.

 

Endividamento

A Lojas Americanas utiliza sua geração de caixa para priorizar investimentos que apresentem os melhores retornos para os acionistas. Em 2014, adotamos as seguintes ações:

  • Investimentos da Lojas Americanas e da B2W no imobilizado e no intangível (desenvolvimento de websites e sistemas) de R$ 1,411 bilhão;
  • Pagamento de juros sobre o capital próprio e dividendos brutos no valor de  R$ 115,5 milhões.

Para fazer frente às incertezas e à volatilidade no mercado financeiro, a Lojas Americanas tem como orientação preservar o caixa e alongar o perfil da dívida. Ao longo dos últimos anos, diversas medidas foram tomadas com esse objetivo, o que nos permite consolidar o plano de crescimento da Companhia no longo prazo.

 

Proteção quanto à variação cambial

A Companhia continua reafirmando seu compromisso com a política conservadora de aplicação do caixa, manifestada pela utilização de instrumentos de hedge, em moedas estrangeiras, e operações de derivativos (swaps). O passivo financeiro e a posição de caixa total da Companhia são INTEGRALMENTE PROTEGIDOS contra quaisquer oscilações de câmbio por intermédio desses instrumentos financeiros, que anulam o risco cambial, transformando o custo da dívida para a moeda e a taxa de juros locais (em percentual do CDI*). No mesmo sentido, vale lembrar que o caixa da Companhia está aplicado nas maiores instituições financeiras do Brasil.

* CDI - Certificado de Depósito Interbancário: taxa média das captações no mercado interbancário.

CONTATO

Nosso E-mail
cia.verde@lasa.com.br

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

logo americanas